Botox® (Toxina Botulínica)

A Toxina Botulínica, conhecida também como Botox® devido ao nome da marca comercial, é utilizada em várias áreas da Medicina, nomeadamente na Medicina Estética para combater as rugas de expressão do terço superior do rosto.

O Dr. Miguel Morgado responde às perguntas mais frequentes sobre este tratamento.

Em que consiste o tratamento com toxina botulínica?

A toxina botulínica é um medicamento que bloqueia a libertação da acetilcolina nas terminações nervosas causando assim um relaxamento temporário do músculo onde se injecta que, sendo incapaz de contrair, permite que a ruga se torne menos visível.

Vou ficar com a minha expressão alterada / sem expressão?

Quando a toxina botulínica, é utilizada adequadamente, com rigor e moderação, a paralisação da expressão não acontece.

Para obter os melhores resultados, é importante e necessário analisar caso a caso e perceber qual o objetivo do paciente e qual o tratamento mais adequado ao mesmo.

Em que regiões do rosto é que o produto é mais eficaz?

A toxina botulínica é mais eficaz nas regiões do rosto em que existe intensa atividade muscular, como na testa, glabela (área entre as sobrancelhas) e região periocular (pés de galinha). Isto porque a toxina botulínica tem a função de relaxar os músculos, e é nas áreas em que existe mais atividade muscular que se nota uma maior diferença.

Quanto tempo dura?

O efeito começa a ser notável ao final de 3 dias até atingir o seu máximo ao 10º dia. Apesar da duração média do efeito serem 4 meses, há casos em que a duração poderá ser inferior ou até superior. Isto deve-se a razões relacionadas com o próprio metabolismo de cada um. A prática de exercício físico intenso assim como a exposição frequente ao calor também podem influenciar a longevidade do tratamento.

Qual é a diferença entre toxina botulínica e ácido hialurónico?

A toxina botulínica tem a função de relaxar os músculos, atenuando as rugas de expressão. O ácido hialurónico preenche as regiões em que é aplicado, dando volume às mesmas e funciona como um reforço de hidratação na pele. Apesar, de na maioria das vezes, de uma forma geral, o intuito de ambos os tratamentos ser diminuir os sinais de envelhecimento da pele (como rugas e linhas de expressão), os dois procedimentos compl e têm objetivos distintos.

Com o tempo, o organismo cria resistência à toxina?

Numa minoria dos casos, o tempo de ação pode ser reduzido, sendo que é mais comum em pacientes que utilizam várias vezes e de forma regular o botox. No entanto, de forma geral, este acontecimento não é  recorrente.

Qual é a idade recomendada para os tratamentos anti-envelhecimento?

Naturalmente tem que haver e deve haver uma forte motivação endógena por parte do paciente que quer corrigir algo no seu rosto. A partir daí a questão da idade é secundária. Essa vontade muitas vezes aumenta após o Médico explicar criteriosamente as técnicas e respectivos resultados desmistificando assim algumas ideias preconcebidas.

Quais as instruções a cumprir após este tratamento?

    • Não massajar a região tratada;
    • Não utilizar cremes nem maquilhagem nas 4 horas depois do tratamento;
    • Não fazer exercício físico intenso nas 12 horas posteriores ao tratamento;
    • Não fazer sauna nas 12 horas posteriores ao tratamento;
    • Não se deitar nas 4 horas seguintes pelo risco de pressionar a região tratada e comprometer assim o resultado;
    • Não realizar limpezas de pele durante 3 dias;
    • Evitar andar de mota nas primeiras 4 horas devido à pressão causada pelo capacete;

Na Clínica REPLACE, este tratamento é realizado pelo Dr. Miguel Morgado. Para esclarecer todas as suas dúvidas, marque a sua consulta de avaliação.